1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15

Concurso de Declamação de Poesias fortalece educação e revela talentos

A administração municipal, através da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (SMECEL), via Departamento de Cultura, realizou com sucesso na sexta, 19, no Cine Teatro Valéria Luercy, a segunda etapa do VI Concurso de Declamação de Poesias, reunindo alunos de 5º ano da rede municipal de ensino.

Foram 26 as poesias inscritas para a segunda fase, sendo 17 na categoria Poesias Consagradas e nove Autorais. Habilidades como postura, expressão corporal, dicção, entonação e comunicação com o público foram os critérios de avaliação no concurso, que revelou talentos e, principalmente, cumpriu o objetivo de incentivo à leitura, criatividade e o conhecimento da linguagem poética.

Presentes no evento, familiares, amigos, professores e equipe da SMECEL. Após acirrada análise, os jurados revelaram os três melhores classificados, que na categoria “Poesias Consagradas” foram os alunos Laura Silva de Barros (Escola Antônio Fanchin), com a declamação de “Lá nas redes sociais”, de Bráulio Bessa; Nathaly Rodrigues Tuono de Mello (Escola Elza Baptista), com a poesia “Meus Oito Anos”, de Casimiro de Abreu, e José Guilherme Soares Barreto (Escola Walquíria Xavier), que declamou “Jaguariaíva”, de Mary Camargo.

Nas declamações de “Poesias Autorais”, as crianças vencedoras foram Laura Martins da Silva (Escola Elza Baptista), que declamou “Ser Criança”; Ana Clara Brizola de Souza (Escola Aristides Soares), com a apresentação de “A professora bailarina”, e Kailin Gabrielly Miranda Machado (Escola Aristides Soares), com a composição “Minha Escola”.

Os três primeiros colocados de cada categoria foram premiados com livro, placa de classificação e ingressos para o Cine Teatro Valéria Luercy, assim como certificado de participação para todos os que se apresentaram.

Primeira etapa - Na sexta anterior (12), ocorreu a primeira etapa, para alunos de 10 a 15 anos das redes federal, estadual e particular de ensino. Na categoria “Poesias Consagradas” a estudante Isabella Lucan Santos, do 6º Ano A do Colégio Mega, declamou a poesia “Para ir à Lua”, de Cecília Meireles, e ficou com o 3º lugar.

O 2º lugar foi para a estudante Hellen Brenda Teixeira Barreto, do 7º Ano A do Colégio Estadual Anita Canet, com a poesia “Soneto de Fidelidade”, de Vinicius de Moraes. Com a primeira colocação ficou com a estudante Ana Luiza Alves de Miranda, do 9º Ano A, também do Colégio Anita Canet, que apresentou a poesia “É preciso mudar”, de Bráulio Bessa.

Já na categoria Poesias Autorais, a aluna Ana Luiza Teixeira da Silva, do 6º Ano do Colégio Mega, conquistou a terceira colocação com a poesia “Três Letras”. Eduardo Carneiro de Oliveira, do 9º Ano B do Colégio Estadual Anita Canet, apresentou a poesia “Caso Indefinido” que o premiou com o 2º lugar. Em 1º lugar com a poesia “Ser eu, o ser poeta”, ficou a aluna do Instituto Federal do Paraná (IFPR), Bruna Laryssa Oliveira da Silva, do 1º Ano do Ensino Médio. O concurso voltou a ser realizado pela SMECEL após dois anos de paralisação devido à pandemia.

thi_0468
thi_0468 thi_0468
thi_0486
thi_0486 thi_0486
thi_0490
thi_0490 thi_0490
thi_0502
thi_0502 thi_0502
thi_0507
thi_0507 thi_0507
thi_0532
thi_0532 thi_0532
thi_0536
thi_0536 thi_0536
thi_0576
thi_0576 thi_0576
thi_0596
thi_0596 thi_0596


Vídeo - Covid 19