1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15

Jaguariaíva implanta uso de mesinhas digitais para alunos de cemeis

A Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte (Smece) realizou nesta quinta-feira (8), no Cine Teatro Valéria Luercy, um importante treinamento para 26 educadoras de seus cemeis (centros municipais de educação infantil). Elas foram preparadas para usar em sala de aula as novas mesas digitais adquiridas pelo município para ampliar o acesso às novas tecnologias na educação.

Ao todo foram adquiridas 30 mesas digitais, que serão usadas por turmas de Infantl IV inicialmente, informa a diretora do Departamento de Educação da Smece, Andreia Valentim. O investimento, incluindo os equipamentos e a capacitação dos docentes, é de aproximadamente R$250 mil. Conforme a diretora Andreia, a iniciativa é parte do plano de educação conectada. “O objetivo principal da Smece é oportunizar às crianças, através de um trabalho pedagógico a ser desenvolvido pelos professores, as novas possibilidades através dos recursos  educacionais digitais, além daqueles que eles já têm em sala de aula, como quadro de giz, televisão, som, entre outros”, explica.

Um passo como o que Jaguariaíva deu, com a inclusão das mesas digitais nos cemeis e preparo dos professores, é de extrema importância no mundo de hoje, avalia instrutora das educadoras, Marcia Villar Kondageski. De acordo com ela ações como essas aproximam gerações de professores e pais que tiveram que se adaptar às tecnologias ao contexto vivido pelos alunos, que já nasceram com celulares, computadores, tabletes, Smart Tv e outros aparelhos fazendo parte de sua vida.

“Tecnologia faz parte da realidade dos alunos. Eles têm muita habilidade com ela e não conhecem a vida sem a tecnologia”, observa. A instrutora esclarece que os professores foram preparados para usar a tecnologia na escola como uma ferramenta interessante para o ensino.

Presente na capacitação, a secretária municipal de Educação, Cultura e Esporte e vice-prefeita, Alcione Lemos, ressaltou que a administração municipal tem a preocupação de propiciar o melhor em todas as áreas e, especificamente na de educação, na qual a exigência é de atualização constante, se investe constantemente em novas metodologias de ensino, capacitação docente e materiais para que as crianças tenham acesso.

“A tecnologia está aí na vida de todos nós e, pensando nisso, dentro da educação infantil, pesquisamos e chegamos a este material, que dará acesso a nossas crianças a conteúdos para serem desenvolvidos dentro dos referenciais que têm de ser trabalhados, de uma forma lúdica”, relata a secretária Alcione. Vale lembrar que Jaguariaíva há alguns anos já oferece em sua rede de escolas lousas digitais, tabletes-PC, notebooks para professores e laboratórios de informática.

Inovação aliada à didática - As mesinhas digitais são acessíveis para todos, inclusive crianças com necessidades especiais. A tela com tecnologia touch reconhece o toque humano e também de objetos de plástico, pincel, feltro, entre outros. Com elementos visuais de fácil compreensão, todos os jogos possuem diferentes níveis de aprendizado, auxiliando o desenvolvimento da criança.  Ao contrário de outras plataformas digitais, a mesinha é projetada para que um grupo de seis crianças possa interagir.

Daniel Santana, representante da empresa 18 Gigas, empresa vencedora da licitação dos equipamentos, confirma que o município de Jaguariaíva é pioneiro na região com a implantação das mesas digitais nos cemeis. Ele observa que no Paraná a cidade está entre as mais conectadas, com projetos avançados e em funcionamento na área da educação, interligação de setores com o Programa Cidades Digitais, entre outras iniciativas.

O prefeito José Sloboda ressalta que as crianças têm tido atenção especial da administração, sobretudo na educação, pois são o futuro do município e do país. “Estamos caminhando para ser a cidade com mais tecnologia na educação em nosso Estado. Com as condições de educação que nossas crianças estão tendo com certeza elas terão melhores oportunidades do que as tivemos”, conclui.

Com treinamento de educadores finalizado, nova tecnologia começa a ser usada em breve nos cemeis.


Vídeo - Covid 19