1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11

Jaguariaíva realiza XIV Conferência Municipal de Assistência Social

A Prefeitura de Jaguariaíva, através da Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social (SHADS), e o Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), realizaram na última sexta (27) a XIV Conferência Municipal de Assistência Social. Os debates ocorreram em ambiente virtual e também com reunião de alguns gestores no Laboratório de Informática do Departamento Municipal de Ensino Profissionalizante.

Representando a prefeita Alcione Lemos na conferência, o secretário de Governo Ghiovanny Lorusso, na abertura dos trabalhos, falou da importância em dar continuidade na promoção das políticas públicas para melhoria de vida dos mais vulneráveis. Destacou que a administração municipal trabalha com afinco para proteger os mais vulneráveis e enfrentar as desigualdades sociais. Observou que as ações e projetos neste sentido necessitam de recursos financeiros e humanos. Acrescentou que os investimentos públicos nesta e outras áreas têm sido uma busca incansável da prefeita Alcione Lemos, sempre visando atuar positivamente no atendimento das demandas da população, tanto na zona urbana quanto na rural.

Para garantir o acesso e participação aos usuários do SUAS (Sistema Único de Assistência Social), com mais fragilidade no acesso à internet, houve ainda duas pré-conferências presenciais, voltados aos assistidos pelas unidades dos CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) Pedrinha e Primavera. Esses encontros seguiram as determinações de biossegurança relativas à prevenção da Covid-19.

De forma virtual também ocorreram debates e avaliação de sugestões no dia 27. O espaço on-line esteve aberto para representantes de vários segmentos, tais como os integrantes de entidades e pessoas envolvidas na assistência social, gestores e trabalhadores da área, usuários e representantes de organizações de usuários, conselhos, entre outros.

Foram várias as deliberações registradas. Entre elas, a de implantar um cronograma de educação continuada para formação e fortalecimento dos profissionais da assistência social. Também foi discutida a proposta para que a idade mínima, que é de 65 anos para acesso ao BPC (Benefício de Proteção Continuada), seja revista para 62 anos pelo Governo Federal. No âmbito municipal, foi deliberada a verificação e atualização, em parceria com o CMAS, da legislação municipal referente ao acesso aos Benefícios Eventuais. Também falou-se da importância de ampliar a divulgação e promoção do SUAS, entre outros pontos.

Durante a conferência, houve também a apresentação dos novos membros do CMAS para a gestão 2021-2023. Presente na ocasião, a presidente do conselho, Ludmila Kojo Turek, que deixa o cargo, agradeceu o apoio recebido na sua gestão e desejou sucesso à nova equipe.

thi_0329
thi_0329 thi_0329
thi_0330
thi_0330 thi_0330
thi_0336
thi_0336 thi_0336
thi_0340
thi_0340 thi_0340


Vídeo - Covid 19