1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11

Programa Feira Verde sorteia sacolas ecológicas para participantes na comemoração de um ano de funcionamento em novo formato

O Feira Verde está em festa. Sob a nova bandeira “Cidade Limpa, Vida Saudável”, o programa ambiental, social e de incentivo à alimentação saudável completa um ano de desenvolvimento em novo formato. Para comemorar, a administração municipal, através da Secretaria de Turismo e Meio Ambiente (SETMA), numa parceria com a indústria Bio Paper, sorteia neste mês sacolas ecológicas entre os participantes.

Nesta quinta, 5, no sorteio realizado entre participantes no Portal do Sertão, estiveram presentes com a comunidade representantes da Bio Paper, equipe do programa Feira Verde e da SETMA, entre eles a secretária Sandra Negrini, que representou a prefeita Alcione Lemos. Nesta oportunidade, simultâneo ao incentivo à reciclagem e descarte correto do lixo, a secretária Sandra falou da importância do programa, que além de benefício ambiental, ajuda na renda de mais de 30 produtores rurais locais, favorecendo ainda o acesso a alimentos saudáveis.

Mudanças - Adaptado à situação de pandemia, o Feira Verde foi repaginado pela administração municipal. Há mais variedades de produtos, em kits prontos com dois quilos de hortifutis, sendo um de fruta e outro de legumes, visando diminuir filas. Cada família, no entanto, pode levar até 10 quilos de alimentos.  O programa também ganhou um prédio próprio, o Espaço Feira Verde, para recebimento, armazenamento e saída para distribuição.

O lixo separado pela população e recolhido pela prefeitura é destinado à reciclagem, proporcionando renda aos que trabalham com esses materiais na Associação dos Recicladores Amigos da Natureza, que integra mais de 30 pessoas.

São quatro os itinerários do Feira Verde, alternados a cada semana, e classificados por cores. A partir de segunda-feira será desenvolvido o cronograma da Semana Azul, com atendimento dos bairros Pedrinha, Samambaia, SUB-50, Remonta, São Roque e Bosque da Saúde. Para cada tipo de material (papelão, vidro, sucata, alumínio e pet) há uma proporção de peso que vale um quilo de alimento. No último ano foram mais de 134 mil quilos de lixo reciclável coletado, mais de 39 mil quilos de alimentos distribuídos e mais de 6 mil famílias atendidas.

thi_7051
thi_7051 thi_7051
thi_7118
thi_7118 thi_7118
thi_7136
thi_7136 thi_7136
thi_7170
thi_7170 thi_7170
thi_7192
thi_7192 thi_7192


Vídeo - Covid 19