1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23

Programa Feira Verde promove reciclagem e acesso a mais de uma tonelada de alimentos saudáveis em Jaguariaíva.

O Programa Feira Verde entrou na fase de execução nesta semana em Jaguariaíva. Somente nos três primeiros dias de funcionamento, foram distribuídos mais de uma tonelada de alimentos e registrado o recolhimento de mais de dois mil quilos de inservíveis, entre eles garrafas pet, óleo de cozinha usado, lâmpadas, garrafas de vidro, pneus, pilhas, sucatas, móveis e eletrônicos inutilizados.

A iniciativa inova e vem ao encontro da vontade da população jaguariaivense, que aderiu em massa a proposta de separar o lixo orgânico do seco e dar um destino correto a recicláveis que tinham em casa, tais como sucatas, móveis e eletrônicos estragados. Todo o lixo reciclável é encaminhado à cooperativa de recicladores e depois para empresas que transformam cada tipo de material recolhido.

Além de preservar o meio ambiente, evitando que os recicláveis ficassem depositados no Aterro Sanitário, ou ainda jogado nos rios e terrenos baldios, o Feira Verde veio para colaborar com a melhoria da saúde da população, destaca a secretária de Desenvolvimento Social, Cleia Sloboda, que é coordenadora-geral e grande incentivadora do programa em Jaguariaíva.

Segundo Cleia, a prefeitura, com o Feira Verde, incentiva a reeducação alimentar, com a troca de lixo reciclável por frutas, verduras e legumes de qualidade. “Só nos primeiros três dias de programa já atendemos 311 famílias com a troca do lixo reciclável por verduras, frutas e legumes”, conta. Ela relata ainda que a participação da população já supera as expectativas. “Muitas pessoas querem conhecer o programa e quem ainda não guardou recicláveis chega para conhecer a estrutura e pedir informações”, diz. Ela registra que a Sedes já desenvolve um curso de orientação para população quanto ao melhor aproveitamento dos alimentos distribuídos.

Outro benefício do Programa Feira Verde é a geração de renda para pequenos produtores rurais de Jaguariaíva e região. Os alimentos vêm prioritariamente desses agricultores, que podem fornecer até R$ 20 mil ao ano em verduras, legumes e frutas, conforme sua produção. Conforme Cleia Sloboda, na primeira semana os alimentos disponíveis para a troca foram batata, cenoura, cebola, alho, mandioca, batata-doce, vagem, repolho, alface, tomate, banana, maça, laranja, caqui, milho-verde, acelga, chuchu e abacate.

Continuidade - E o Programa Feira Verde continua. São 22 pontos de coleta no município, de segunda a sexta-feira nos bairros Bela Vista, Bosque da Saúde, Jardim Matarazzo, Jardim Nossa Senhora de Fátima, Jardim Primavera II e III, Jardim Samambaia, Jardim São Roque, Lagoão, Vila Fonseca, Pedrinha I e II, Remonta, Santa Cecília, Vila André, Vila Edith, Fluviópolis, Vila Kennedy I e II, Vila Pinheiro e Vila São Luiz. Neste sábado, das 9h às 11h, o programa estará na Praça Getúlio Vargas. O prefeito José Sloboda destaca que o engajamento é fundamental para o programa continuar dando certo. “Convocamos nossa população a nos ajudar a limpar nossa cidade e manter um ambiente saudável”, diz.

Saber que a equipe chegou no bairro é fácil. Os agentes para o serviço de receber, pesar, carregar o lixo, fornecer o vale-troca equivalente à pesagem dos materiais e atender ao cidadão na hora da escolha dos alimentos são uniformizados. Além disso, o programa conta com veículos personalizados. São eles um caminhão de coleta e compactação do lixo, microônibus com a feira itinerante e o caminhão para transporte de metais e outros materiais pesados e com volume maior.

Carro de som também tem chamado a atenção da população na chegada e estadia da equipe no bairro. O Feira Verde é um programa da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes), em parceria com as secretarias de Agropecuária e Meio Ambiente (Sama), Comunicação Social (Secom) e coordenação do Gabinete do Prefeito. O caminhão compactador, para aprimoramento do sistema de coleta seletiva, no valor de R$300 mil, foi conquistado junto ao Governo do Estado, via Instituto Águas do Paraná, com apoio do deputado Pedro Lupion.


Missão, Visão e Valores

Missão

Atender os anseios da população jaguariaivense, aplicando de forma correta, racional e transparente todos os recursos recebidos, buscando sempre o bem comum, com respeito e dignidade, objetivando o progresso contínuo com qualidade.

Visão

Exercer com coerência, transparência e pragmatismo as atribuições públicas municipais, constituindo-se em centro de excelência e de destaque nacional.

Valores

  • Ética como princípio básico;
  • Respeito às leis, aos regulamentos e aos direitos dos cidadãos;
  • Economicidade;
  • Transparência;
  • Comprometimento e pontualidade;
  • Honestidade / Integridade;
  • Responsabilidade;
  • Disponibilidade para mudanças tecnológicas e de conhecimento;
  • Preservação do patrimônio;
  • Administração confiável e orientada para o interesse público;
  • Cooperação;
  • Saúde e segurança no trabalho;
  • Preservação do meio ambiente;
  • Sinergia com os aspectos políticos;

Vídeo - Febre Amarela

Vídeo - Combate à Dengue

Vídeos - Gripe