1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11

Programa Jovem Aprendiz completa 15 anos e já atendeu cerca de 1300 jaguariaivenses

Neste mês a administração municipal comemora 15 anos do Programa Jovem Aprendiz, que tem o objetivo de desenvolver competências necessárias para que adolescentes e jovens ingressem no mercado de trabalho como aprendizes e propiciar também a educação tanto para a vaga de emprego, quanto para o exercício da cidadania.

Mantido pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, através do Departamento de Ensino Profissionalizante, e convênio com o SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), que matricula e certifica os jovens, o programa aparece como a primeira oportunidade de emprego para muitos, dentro de um mercado de trabalho concorrido e que a cada dia exige mais experiência e conhecimento dos profissionais. Nestes 15 anos, aproximadamente, 1300 jovens e adolescentes passaram pelo programa, destes, 950 concluíram a primeira experiência profissional com sucesso.

“Nós, professores, educadores ou técnicos de ensino, seja lá qual nomenclatura que se dê, estamos orgulhosos por termos feito parte de suas vidas e desejamos, a todos, sucesso profissional e que jamais se esqueçam dos ensinamentos mais preciosos que levaram e servirão para a vida toda; que foram os valores éticos e a liberdade com responsabilidade”, declara a diretora do Departamento de Ensino Profissionalizante, Tânia Gema Marodim.

Desde sua implantação, em 18 de julho de 2005, o programa passou por mudanças nos planos de cursos e metodologia, sempre se adequando no intuito de cumprir com a legislação e na melhoria da aprendizagem. “É uma história de sucesso, porque aquilo que não deu certo ao longo dos anos, foi sendo corrigido. A cada ano encontramos desafios novos e assim seguimos o curso da vida, aprendendo sempre, como diz a canção de Gonzaguinha ‘Eterno Aprendiz’”, afirma a diretora.

Segundo o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Pedro Leocádio Delgado, nos primeiros anos houve dificuldade para atrair o público-alvo, mas com o passar do tempo o projeto ganhou credibilidade, tanto entre a juventude quanto no comércio e empresas, permitindo assim alcançar o objetivo de capacitação do jovem para o primeiro emprego. “O município incentiva e trabalha em prol da capacitação profissional, necessária para a atração e manutenção de novas empresas e a geração de empregos”, complementa o secretário.

Diante da pandemia do Covid-19 muita coisa teve que ser alterada. No início do isolamento, com a impossibilidade das aulas presenciais, os estudantes entraram em férias. Após, aqueles alunos que já atingiram a maioridade retornaram ao trabalho, enquanto os menores tiveram a interrupção do contrato, como é o caso de muitos que prestam serviço nas secretarias e departamentos da prefeitura. Nestes casos, as aulas também foram retomadas, mas no formato EaD (Educação a Distância). Existe, ainda, o caso de aprendizes que tiveram seus contratos de trabalho suspensos pelas empresas e indústrias, nestes casos as aulas também estão suspensas.

A pandemia também impede que os planos para uma comemoração aos 15 anos do programa sejam realizados de forma adequada. “Mas deixamos nossos agradecimentos à administração municipal, na pessoa do senhor prefeito municipal, José Sloboda, ao secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Pedro Leocádio Delgado, por acreditar na funcionalidade do Programa Jovem Aprendiz, que tão bem faz aos adolescentes e jovens do nosso município, à Maria Lucélia de Bortolli, que nestes últimos 10 anos acompanhou nossos sonhos em deixar um mundo melhor para os adolescentes e jovens do nosso município, aos nossos parceiros, às equipes dos CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) Pedrinha e Primavera e do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), à secretaria de Desenvolvimento Social como um todo, representada pela secretária Cléia Aparecida Valenga Sloboda, aos profissionais do SENAI e a todos os profissionais que passaram por este Departamento, que muito contribuíram para a construção do saber dos nossos jovens e adolescentes”, finaliza Tânia.


Vídeo - Covid 19