1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23

O sonho de uma boa moradia já é realidade para mais 29 famílias da zona rural de Jaguariaíva. Nesta segunda-feira (1º), os pequenos proprietários rurais beneficiados com as casas do PNHR (Programa Nacional de Habitação Rural) participaram da reunião técnica de complemento de entrega.

Representantes da Cohapar, prefeitura, Emater e Banco do Brasil compareceram para finalização do projeto. O prefeito José Sloboda lembrou que os procedimentos para construção dessas casas iniciaram em 2013 e, como cada proprietário cuidou de sua construção, orientado pela Cohapar e prefeitura, elas tiveram andamento diferente uma da outra.

“Além da falta de pedreiro no próprio bairro, as lojas de material de construção não faziam a entrega aqui. Para vencer essa dificuldade do transporte do material de construção, da cidade até os bairros, o município decidiu ajudar. Foram feitas mais de 100 viagens com os caminhões da prefeitura”, disse Sloboda. A prefeitura foi responsável ainda pela terraplanagem dos terrenos para as novas moradias, além da manutenção das estradas rurais, facilitando o acesso às obras.

As 29 moradias populares já entregues são de alvenaria, têm 46,74 m2 e contemplaram pequenos produtores com renda até R$15 mil anuais e propriedade com até 80 hectares. São dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço lavanderia e varanda. Para famílias contempladas como a do casal Dulce e Antonio Gerson Miranda, elas significam conforto e alegria. “Gostamos muito da nossa nova casa, ela é muito caprichada e estamos muito felizes”, conta a esposa.

Para cada unidade habitacional rural o valor empenhado foi de R$28.500 reais, tendo o beneficiário o compromisso de pagar ao agente financeiro (Banco do Brasil) somente R$1.140 reais, divididos em quatro parcelas anuais de R$285 reais.  O gerente de relacionamento do Banco do Brasil, Marcos José de Oliveira, e o chefe regional da Cohapar, Ary Ribeiro Filho, explicaram que a reunião finaliza o projeto e que cada um poderia fazer inclusive as benfeitorias que desejassem no imóvel.

Ao finalizar a reunião o prefeito destacou que além das 29 casas entregues, quase 600 estão encaminhadas na cidade para repasse aos que precisam de moradia. Ele observou que possivelmente devem ocorrer mudanças na política habitacional com a troca nos governos estadual e federal. “Pode ser que aconteçam mudanças, mas estaremos atentos para trazer à nossa população outros projetos que surgirem”, disse.

Equidade – Além das moradias rurais, outras necessidades básicas dos moradores da zona rural jaguariaivense estão sendo atendidas para fixação do homem no campo e melhoria da qualidade de vida desta população.

Para facilitar o acesso à zona urbana foi instituído o transporte coletivo rural, com ônibus próprios e vários horários disponíveis, inclusive nos finais de semana, com preços reduzidos de passagem.

As crianças contam com transporte escolar, merenda, uniforme e materiais escolares, inclusive tabletes-PC, com a mesma qualidade dos oferecidos aos alunos na cidade.

Médicos e dentistas se deslocam aos sábados para atendimento nos bairros rurais. Houve reforma e construção de postos de saúde e escolas, além de disponibilização de ambulância específica para transporte emergencial de pacientes na zona rural.

Ao pequeno produtor a prefeitura oferece assistência técnica de agrônomo, veterinário e engenheiro florestal, junto com transporte e resfriamento de leite. São fornecidas sementes melhoradas de feijão, serviços de máquinas agrícolas, cadastro ambiental rural gratuito, vacinação de bovinos contra brucelose e transporte de calcário.

Por conta de estragos das chuvas e desgaste pelo tráfego de veículos pesados as estradas estão em constante manutenção. “Nosso município tem um olhar especial voltado à melhoria de vida do morador da zona rural, buscando na medida do possível oferecer a eles os mesmos benefícios usufruídos pelos moradores da zona urbana”, finaliza o prefeito José Sloboda.


Missão, Visão e Valores

Missão

Atender os anseios da população jaguariaivense, aplicando de forma correta, racional e transparente todos os recursos recebidos, buscando sempre o bem comum, com respeito e dignidade, objetivando o progresso contínuo com qualidade.

Visão

Exercer com coerência, transparência e pragmatismo as atribuições públicas municipais, constituindo-se em centro de excelência e de destaque nacional.

Valores

  • Ética como princípio básico;
  • Respeito às leis, aos regulamentos e aos direitos dos cidadãos;
  • Economicidade;
  • Transparência;
  • Comprometimento e pontualidade;
  • Honestidade / Integridade;
  • Responsabilidade;
  • Disponibilidade para mudanças tecnológicas e de conhecimento;
  • Preservação do patrimônio;
  • Administração confiável e orientada para o interesse público;
  • Cooperação;
  • Saúde e segurança no trabalho;
  • Preservação do meio ambiente;
  • Sinergia com os aspectos políticos;

Vídeo - Febre Amarela

Vídeo - Combate à Dengue

Vídeos - Gripe