1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23

Publicação Original:10/07/2009

Foi realizada, na última semana, a V Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que teve como tema central “Construindo as Diretrizes para a Política e o Plano Decenal”, abordando cinco eixos temáticos.

Entre eles, a promoção e universalização de direitos em um contexto de desigualdade, proteção e defesa no enfrentamento das violações de direitos humanos de crianças e adolescentes, fortalecimento do sistema de garantia de direitos e gestão da política municipal da Criança e Adolescente, em palestra ministrada pela psicóloga Adriana Turbay, de Curitiba. Na oportunidade também foram escolhidos os representantes do município que irão participar da VII Conferência Macro Regional e Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Durante a abertura dos trabalhos, o prefeito Otélio Renato Baroni falou sobre a importância do encontro e destacou algumas das ações voltadas à criança e ao adolescente promovidas pelo executivo municipal. “O trabalho não é fácil, mas temos concentrado esforços nesse atendimento, fazendo-nos presentes através de todas as áreas da administração como uma grande rede em favor das crianças e adolescentes de nosso município que, de modo geral, estão muito bem atendidas. Isso pode ser comprovado no atendimento dado às escolas e CEMEIs, através de merenda de boa qualidade, aos projetos sociais como Casa Lar, os Proases Primavera e Curumim, além de subsídios à entidades como a CASMI, COAALA, APAE, GRAAD, Casa da Nutrição, entre outros”, explicou o prefeito.

Ao declarar aberta a V Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, a presidente da entidade, Zenilda Lazzaris Bueno, depois de breve relato sobre as atividades do Conselho, convidou todos os presentes para participarem das discussões sobre os eixos temáticos e elaboração de propostas que possam contribuir para o aperfeiçoamento das políticas públicas de atenção à infância e juventude.

A representação do município na VII Conferência Macrorregional e Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente também foi definida. Representando o CMDCA, governamental, Maysa Nuermberg de Vasconcellos Costa e Maria Márcia C. Hornung. CMDCA não governamental, Francisco dos Santos Marcos e Celso Antunes dos Santos. Do Conselho Tutelar, Pedro Costa Passos, Suzete Kubisse, Milton Jéferson da Silva e Walter Custódio de Oliveira. Para representar os adolescentes foram escolhidos Eliardo Maceno e Silva, Tatiane Miranda de Oliveira, Luiz Guilherme Ferreira das Neves e Kátia Regina Mileski. Ainda como representantes de entidades governamentais Luiz Antonio de Souza e Paulo Derlei dos Santos. De entidades não governamentais Rosa Carneiro e Ruth Avany de Matos Nanni Rinaldi.


Missão, Visão e Valores

Missão

Atender os anseios da população jaguariaivense, aplicando de forma correta, racional e transparente todos os recursos recebidos, buscando sempre o bem comum, com respeito e dignidade, objetivando o progresso contínuo com qualidade.

Visão

Exercer com coerência, transparência e pragmatismo as atribuições públicas municipais, constituindo-se em centro de excelência e de destaque nacional.

Valores

  • Ética como princípio básico;
  • Respeito às leis, aos regulamentos e aos direitos dos cidadãos;
  • Economicidade;
  • Transparência;
  • Comprometimento e pontualidade;
  • Honestidade / Integridade;
  • Responsabilidade;
  • Disponibilidade para mudanças tecnológicas e de conhecimento;
  • Preservação do patrimônio;
  • Administração confiável e orientada para o interesse público;
  • Cooperação;
  • Saúde e segurança no trabalho;
  • Preservação do meio ambiente;
  • Sinergia com os aspectos políticos;

Vídeo - Febre Amarela

Vídeo - Combate à Dengue

Vídeos - Gripe