1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23

Jaguariaíva realiza a 4ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa

Estiveram presentes cerca de 80 idosos que participam dos grupos de convivência e programas oferecidos pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social

Contando com uma gestão comprometida com todos os segmentos da sociedade, hoje Jaguariaíva é um dos únicos municípios da região a desenvolver um grande número de projetos voltados para os idosos, proporcionando qualidade de vida através da garantia dos direitos ao lazer, saúde, educação, esporte, moradia, transporte, previdência e assistência social, criando um verdadeiro enfrentamento a qualquer tipo de violação dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa.

Através de conferências, como a que ocorreu na tarde desta quinta-feira (21) no Cine Teatro Valéria Luercy, a administração municipal tem intensificado a elaboração de políticas públicas voltadas a terceira idade, sendo o tema conferencial deste ano: “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas”, promovido pelo CMDPI (Conselho Municipal de Direitos da Pessoa Idosa de Jaguariaíva).

No evento estiveram presentes cerca de 80 idosos que participam dos projetos, também os novos conselheiros que foram referendados e representantes da administração municipal que, juntos tiveram a oportunidade de discutir e criar propostas que devem se tornar leis municipais futuramente.

Presidente do conselho há quatro anos, Elizabeth Alves Ferreira fala sobre o objetivo da conferência e os desafios de envelhecer. “A conferência é um espaço onde são apresentadas propostas que, se aprovadas, irão para uma conferência estadual, podendo chegar à discussões a nível nacional. O desafio é envelhecer com qualidade de vida, fato, mas além disso, temos tido outro desafio que é trazer os homens, em especial, para a convivência, pois este público acaba se isolando na velhice, isolamento que causa depressão, ansiedade e acarreta diversas doenças. Conversar, interagir, fazer atividades físicas é imprescindível para sermos idosos mais independentes e felizes”, relatou.

Elizabeth está no grupo há 20 anos, há quatro se tornou presidente e neste ano passa o cargo para um novo representante.

Entre os programas que são oferecidos hoje para os idosos, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, estão o Idade Ativa, Feliz Idade, Clube da Melhor Idade, Dança Sênior, roda de conversa com os jovens do campus do Instituto Federal de Jaguariaíva, entre outras atividades que atualmente envolvem aproximadamente 200 idosos. O número ainda é pequeno se comparado à estimativa de idosos que existem hoje no município, cerca de 3.500 de acordo com o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (IPARDES).

Representando a primeira dama e secretária de Desenvolvimento Social Cléia Sloboda, esteve o diretor de Proteção Social Básica Welington Vitório Fitz, que chamou a atenção para o número de idosos no município e a importância das políticas públicas voltadas para este público. “Hoje quase 10% da população de Jaguariaíva é composta por idosos e por este fato temos ampliado serviços de convivência e projetos que insiram estes idosos de maneira ativa na sociedade, que infelizmente tem um olhar excludente para a terceira idade. Esses serviços já acontecem no Cras Pedrinha e Primavera e pretendemos envolver cada vez mais pessoas com este trabalho”, projetou.

O conselho ficou composto de cinco membros governamentais e cinco não governamentais, além de dez suplentes.

Para dar início ao evento, o grupo Idade Ativa do Centro de Referência de Assistência Social - Cras Pedrinha apresentou uma dança ao público.

Entre os presentes estiveram o secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Hissashi Umezu,representando o prefeito Juca Sloboda, também o vereador Wagner Milanezi (PHS) representando a Câmara de Vereadores e a assistente social Camila Rolim de Moura.


Missão, Visão e Valores

Missão

Atender os anseios da população jaguariaivense, aplicando de forma correta, racional e transparente todos os recursos recebidos, buscando sempre o bem comum, com respeito e dignidade, objetivando o progresso contínuo com qualidade.

Visão

Exercer com coerência, transparência e pragmatismo as atribuições públicas municipais, constituindo-se em centro de excelência e de destaque nacional.

Valores

  • Ética como princípio básico;
  • Respeito às leis, aos regulamentos e aos direitos dos cidadãos;
  • Economicidade;
  • Transparência;
  • Comprometimento e pontualidade;
  • Honestidade / Integridade;
  • Responsabilidade;
  • Disponibilidade para mudanças tecnológicas e de conhecimento;
  • Preservação do patrimônio;
  • Administração confiável e orientada para o interesse público;
  • Cooperação;
  • Saúde e segurança no trabalho;
  • Preservação do meio ambiente;
  • Sinergia com os aspectos políticos;

Vídeo - Febre Amarela

Vídeo - Combate à Dengue

Vídeos - Gripe